Home Nutri√ß√£o Exerc√≠cios Sa√ļde Quem Somos A que viemos Contato

20 de marÇo de 2017

Nutrição

Alimentação infantil

Dentre minhas várias manias, assistir programas de culinária é uma que me persegue desde criança, bem pequeno mesmo (estranho, eu sei…). Assim, eu gosto de pensar que sei cozinhar alguma coisa (o que não é necessariamente verdade), o que, de certa forma, me leva ao tema deste post...


A maioria dos meus amigos hoje já é pai (ou mãe); desta forma, as conversas invariavelmente giram em torno das alegrias e aflições que acompanham a paternidade. Dentre os “trending topics” desse povo, a alimentação dos pequenos desponta nas primeiras posições.

É senso-comum a ideia de que alimentos caseiros são uma melhor opção em comparação a produtos prontos quando da introdução de alimentos sólidos para bebês, ou na alimentação regular de crianças. É também razoavelmente bem entendido pela população em geral (embora haja dúvidas da real profundidade deste entendimento), que uma dieta rica em variedade de alimentos e que ofereça todos os nutrientes de forma balanceada seja o ideal. Pois bem, outro dia me deparei com um artigo bem interessante sobre o tema, e que tem relação não só com o hábito de cozinhar, mas também, e principalmente, com o conhecimento acerca do quê (e como) se está cozinhando.

Um grupo de pesquisadores do Reino Unido comparou o custo, o conteúdo nutricional e a variedade alimentar entre preparações comerciais e receitas caseiras para bebês e crianças. Dentre os achados, podemos destacar conclusões mais próximas ao óbvio como o menor custo (menos da metade) observado para as receitas caseiras, por exemplo. Contudo, alguns resultados interessantes, como a maior variedade de vegetais encontrada nas preparações comerciais e o maior conteúdo energético, de sal e gorduras totais e saturadas nas preparações caseiras, nos permite algumas possíveis conjecturas acerca dos ingredientes e modos de preparo destas refeições e, em última análise, da educação nutricional dos pais.

As meninas já falaram, com toda a propriedade que lhes compete, sobre a importância de sermos mais bem-educados nutricionalmente, como a de conhecermos a importância de diminuirmos o consumo de alimentos processados e de sabermos identificar aspectos básicos relacionados à composição dos alimentos nos rótulos dos produtos que consumimos, para usar alguns exemplos simples (fiquei com preguiça de procurar o link, mas joguem na busca que acharão textos e vídeos ótimos sobre o assunto). Na contramão destas ideias, me assombra a interpretação que as pessoas fazem de comerciais como o que tem sido veiculado recentemente na TV (e que talvez vocês tenham visto). Nele, a criança se recusa a comer outra coisa que não macarrão, e a solução miraculosa proposta pelo comercial é usar um complemento alimentar, esquecendo tudo que se entende por hábitos alimentares adequados...

Quem não conhece crianças com hábitos alimentares absolutamente monótonos e que se recusam a experimentar novos alimentos e/ou preparações? Quantos de vocês não foram estas crianças? Ou pior…ainda são adultos com estes mesmos hábitos? Pois bem, será que os dados do estudo acima guardam alguma relação com esse comportamento? Preparações caseiras extremamente engessadas (bife com batata frita, como a dos meus sobrinhos!), ricas em sal e gorduras saturadas e com densidade energética acima da recomendação são recorrentes se avaliarmos o nosso entorno. Pelo discurso inicial ficou claro que não tenho filhos e, portanto, não entendo (na pele) as desventuras de quem tem uma criança que se recusa a alimentar-se de outra forma que não o padrão ao qual ela está acostumada, mas talvez um resgate e/ou uma maior apropriação da cozinha e de conceitos de alimentação saudável venham bem a calhar em tempos “modernos”, onde a bolacha recheada ou a refeição comercial pronta aparece como solução emergencial mais conveniente para a “birra” da criança ou da falta de tempo dos pais. Note que a relação cozinha e alimentação saudável não passa nem perto (está a anos-luz de distância, na verdade) das tenebrosas substituições de um pouco de azeite numa determinada preparação por óleo de barba de minhoca albina dos Andes, ou de um pedaço de um delicioso queijo por isopor orgânico colorido naturalmente por saliva de unicórnio, por exemplo…não é nada disso (para mais reflexões sobre o assunto, clique aqui)! O que quero dizer é que ao perdermos o hábito de cozinhar, e, assim, de conhecer alimentos e preparações diversas, estamos mais sujeitos a nos rendermos aos produtos industrializados e todos os seus vieses ou a hábitos culinários e alimentares igualmente enviesados e inadequados.

Boas refeições!

Até a próxima

Prof. Dr. Hamilton Roschel - Blog Ciência InForma

www.cienciainforma.com.br



 







Coment√°rios

Veja também


- Vitamina C para gripes e resfriados? Entenda como (e se) funciona
- O atleta que consome muito café também se beneficia da suplementação de cafeína no esporte?
- Como o estresse influencia a dieta?
- Jejum Intermitente - parte 2!
- Emagrecimento. Uma caloria é só uma caloria e pronto. Será mesmo?
- Jejum Intermitente - parte 1!
- Os diferentes tipos de a√ß√ļcar presente nos alimentos que muita gente n√£o conhece.
- Alimentação infantil
- Caf√© com √≥leo de c√īco emagrece?
- ¬ďO bom da dieta √© que eu n√£o tenho que pensar.¬Ē
- Afinal, se não é para fazer dieta, posso comer à vontade?
- Por que ler o rótulo de alimentos industrializados é tão importante? E o que devo ler?
- Atletas que tomam muito café não se beneficiam da suplementação de cafeína?
- Comedor compulivo ou impulsivo?
- O que s√£o alimentos frescos, processados e ultraprocessados?
- Proteínas antes de dormir e hipertrofia.
- Proteínas, quanto mais melhor…será mesmo?
- Carboidratos de baixo índice glicêmico (waxy-maize e isomaltulose) são superiores aos carboidratos convencionais?
- Quanto os atletas comem?
- Amino Spiking: o bom (#SQN) e velho gato por lebre na ind√ļstria de suplementos
- Refrigerante para provas/treinos de longa duração?
- Suplementar cafeína atrapalha os efeitos da creatina?
- √ćndice Glic√™mico - um conceito supervalorizado?
- Senhores pais, por favor, prestem atenção ao que seus filhos estão comendo!
- √Č preciso comer de 3 em 3 horas para ganhar massa muscular?
- Comer de 3 em 3 horas emagrece?
- Proteínas e saciedade.
- Comer de 3 em 3 horas aumenta o gasto energético?
- Alimentos com baixa caloria funcionam?
- Suplementação com Bicarbonato de Sódio
- Café da manhã, a refeição mais importante do dia ou a mais supervalorizada?
- Afinal, por que há tantas controvérsias no mundo da nutrição?
- Suplementos alimentares - como saber qual funciona?
- Leucina auxilia na hipertrofia muscular?
- O que comer no pós-treino: suplementos ou fast food??
- Carnitina aumenta a queima de gordura, mas....
- Por que paramos (ou n√£o) de comer?
- Filme = Pipoca? Cuidado!
- Qual é o melhor óleo para cozinhar?
- Precisamos suplementar sódio durante o exercício prolongado?
- Nutrição Esportiva: de olho na resposta individual de cada atleta!
- Quem realmente precisa de isot√īnicos?
- Beta-alanina: o que é, como funciona e quais seus efeitos?
- Dieta da proteína, Atkins, Dukan, cetogênica...
- Barrinhas de proteínas?
- Tribulus Terrestris e as falsas propagandas de aumento de testosterona, força e massa muscular
- O papel dos carboidratos na reposição de glicogênio muscular
- Suco de beterraba e suplementação de nitrato: seguro e efetivo?
- ¬ďCorrer, correr, √© o melhor para poder emagrecer...¬Ē ser√° mesmo?
- Afinal, há pontos positivos na dieta paleolítica???
- Paleo diet: a mais nova-antiga dieta da moda
- Atletas adolescentes precisam de suplementos esportivos?
- Carboidratos podem melhorar o desempenho físico, mesmo se você não os ingerir.
- Suplementação de carboidratos durante o exercício.
- Existe alimento proibido?
- Frango com batata doce?
- Qual a melhor whey protein: concentrada, isolada ou hidrolisada?
- Carboidrato e performance: "train low compete high"
- Consumo de carboidratos no pré-treino, quem precisa se preocupar?
- Carboidratos e ganho de massa muscular
- Quem precisa suplementar antioxidantes?
- Creatina, qual a melhor forma?
- Creatina antes ou depois do treino? Um novo estudo reabre a quest√£o...
- Intervenção da Nutrição no "Medida Certa" do Fantástico
- Suplementação de proteínas e a "Janela de Oportunidade"
- Se eu não devo fazer dieta, o que eu faço?
- O que s√£o e como funcionam (se √© que funcionam...) os suplementos ¬ďpr√©-treino¬Ē?
- Suplementação de carboidratos: alimento ou suplemento?
- Com culote ... "sans culotte"
- Radicais livres: combatê-los ou não combatê-los?
- Suco de beterraba para ¬ďnitrar¬Ē seu treino!
- Frutose: devemos nos preocupar?
- Guia Alimentar para a População Brasileira: o guia que acertou em cheio e conquistou o mundo!
- Suplementação de proteínas e emagrecimento
- Comida vicia?
- Suplementação de arginina e citrulina melhoram o desempenho?
- Para ganhar mais massa magra, devo comer de 3 em 3 horas?
- Bifinho para ficar fortinho!
- Suplementação de proteínas e exercícios de endurance: além da hipertrofia muscular
- Comer de 3 em 3 horas ... porque mesmo?
- Suplementa√ß√£o de creatina: tem que fazer ¬ďcarregamento¬Ē?
- Suplementação de glutamina e intestino: para quem?
- BCAAs para corredores e maratonistas: mais um caso de desperdício de dinheiro?
- Perigo: suplemento contaminado!
- BCAAs e Treinamento de Força
- Se um alimento pode dar alergia, o melhor é evitá-lo? Não.
- Vale a pena suplementar glutamina?
- Ciência Informa responde: Comer salada antes da refeição faz com que eu coma menos?
- Frutinhas milagrosas: qual o real benefício do goji berry?
- Nos alimentamos de nutrientes ou comida?
- Suplementos de Vitaminas e Minerais engordam?
- Ch√° verde, ch√° branco e ch√° oolong realmente emagrecem?
- Treinamento concorrente: mais uma aplicação da suplementação de creatina
- Termogênicos (Parte 3): o que esperar da cafeína?
- Termog√™nicos parte 2: A falha l√≥gica das subst√Ęncias termog√™nicas
- Dietas Restritivas: Detox¬Ö.desintoxicar o que?
- Ciência Informa Responde: maltodextrina
- Termogênicos parte I: carnitina como fat burner
- Suplementação de HMB: muito bom para ser verdade?
- Alimentos diet e light funcionam?
- Em excesso, até água faz mal!
- O que os suplementos realmente podem fazer por você?
- Proteína para que te quero - Parte 5: Suplementação de proteínas para idosos
- Carboidrato e Peso Corporal
- Quais os riscos da suplementação com beta-alanina?
- Proteína para que te quero - Parte 4: A JANELA DE OPORTUNIDADE e a suplementação de proteínas
- A desidratação realmente piora o desempenho esportivo?
- Proteína para que te quero - Parte 3: A fonte de proteína faz a diferença? Qual a melhor fonte proteica?
- Beta-alanina para quem?
- Proteína para que te quero - Parte 2
- Alimentação é uma simples questão de escolha?
- Proteína para que te quero - Parte 1
- Beta-alanina: o que é e o que faz esse novo suplemento?
- Quer emagrecer? Fuja das dietas...
- Suplementação de creatina: antes ou após o treino?
- Sem Gl√ļten ou Com Gl√ļten?
- Carboidrato à noite engorda?
- Até tu, adoçante?



Busca

Receba Atualiza√ß√Ķes

Envia sua sugest√£o de temas


Nossos Colaboradores

Prof. Bruno Gualano, PhD
Prof. Associado da Universidade de S√£o Paulo

Profa. Desire Coelho, PhD
Nutricionista Clínica e Esportiva

Profa. Fabiana Benatti, PhD
Pós-Doutora na Universidade de São Paulo (USP)

Prof. Guilherme Artioli, PhD
Prof. Dr. da Universidade de S√£o Paulo

Prof. Hamilton Roschel, PhD
Prof. Dr. da Universidade de S√£o Paulo