Home Nutrição Exercícios Saúde Quem Somos A que viemos Contato

09 de maio de 2016

Vida e Saúde

Por que eu não devo fazer compras no mercado com fome?

Quem nunca ouviu que ir ao mercado com fome é ruim, especialmente para aqueles que querem perder uns quilinhos . Isso, pois, acredita-se que ao ir ao mercado faminta, a pessoa acaba comprando muito mais alimentos do que compraria se estivesse alimentada, o que poderia comprometer os seus planos, sem mencionar o maior peso no bolso. Mas isso é verdade ou mito?


Para testar essa hipótese, o pesquisador Bryan Wansinck fez (mais um!) divertido e interessante estudo. Nele, foram conduzidos dois experimentos, um dentro do laboratório e um em campo, ou seja, em mercados. No primeiro, 68 participantes compareceram duas vezes ao laboratório após 5 horas de jejum. Em um dos dias, os participantes consumiram biscoitos integrais até se sentirem saciados. No outro dia, eles permaneceram em jejum (ou seja, com fome). Em ambas as condições, os participantes eram então instruídos a fazer compras em uma loja online que oferecia alimentos menos calóricos (frutas, verduras, carnes magras, etc) e alimentos mais calóricos (doces, biscoitos e carnes mais gordas). Os produtos eram dispostos sem preço, para que isso não influenciasse as escolhas. No experimento de campo realizado em um mercado, os pesquisadores observaram as compras feitas por 82 pessoas em horários onde elas supostamente estariam alimentadas (entre às 13h00 e 16h00) ou em jejum por algumas horas (entre às 16h00 e 19h00).

Os resultados foram muito interessantes! Em ambos os experimentos, o simples fato das pessoas fazerem compras com fome, fez com que elas escolhessem mais alimentos mais calóricos. Curiosamente, o número de alimentos escolhidos era o mesmo, mas elas escolheram as opções mais calóricas! Claro que o estudo tem limitações, principalmente porque se limita a olhar para as calorias dos alimentos e não necessariamente para a qualidade dos mesmos. Contudo, ele traz boas evidências de que fazer compras no mercado com fome pode sim comprometer a escolha do que compramos e, portanto, do que comemos!   

Mas por que será que isso acontece? Por que um simples jejum de algumas horas altera o que sentimos vontade de comer?

O jejum parece alterar a reatividade do nosso cérebro a determinados tipos de alimentos. Um interessantíssimo estudo mostrou, por exemplo, que após um período de jejum noturno de 12 horas, fotos de alimentos ricos em calorias levou à maior ativação de áreas do cérebro associadas à sensação de recompensa do que fotos de alimentos menos calóricos. Em outras palavras, os participantes se sentiram mais atraídos por alimentos mais calóricos após o longo período de jejum. Logo, fica fácil entender por que tendemos a escolher alimentos mais calóricos quando estamos com muita fome.

Estes resultados parecem fazer sentido, na medida em que sabemos que diversos são os mecanismos que estimulam a nossa fome após curtos períodos de jejum, algo que certamente foi fundamental para a preservação da nossa espécie ao longo de milhares de anos. Mas em uma era onde a comida é prontamente disponível, precisamos prestar atençao nos nossos hábitos. Logo, fica a dica, quando for ao mercado, não vá com fome! O que compramos no mercado afeta diretamente as escolhas do que comemos em casa! Boas compras!  

Fabiana Benatti - Blog Ciência InForma

www.cienciainforma.com.br



Para saber mais:

Tal A, Wansink B. Fattening fasting: hungry grocery shoppers buy more calories, not more food. JAMA Intern Med. 2013 Jun 24;173(12):1146-8.

Goldstone AP1, Prechtl de Hernandez CG, Beaver JD, Muhammed K, Croese C, Bell G, Durighel G, Hughes E, Waldman AD, Frost G, Bell JD. Fasting biases brain reward systems towards high-calorie foods. Eur J Neurosci. 2009 Oct;30(8):1625-35.







Comentários

Veja também


- Obesidade Juvenil - quantas horas por dia seu filho fica sentado?
- É difícil emagrecer, mas tão fácil recuperar! Entenda o porquê.
- Por que é tão fácil engordar? - Parte 1
- Tontura e desmaio após o exercício? Não é hipoglicemia!
- Dicar para não exagerar (muito) nas festas de fim de ano
- Homeopatia e efeito placebo
- Quando crer é poder: novas evidências do efeito placebo na Nutrição Esportiva!
- Emagrecimento com exercício? Esqueça a balança!
- Como melhorar o resultado do seu paciente ou aluno?
- Exercício e Nutrição na Obesidade Materna
- O “coach” e a cartomante
- Por que não devemos comentar sobre o peso (ou corpo) das pessoas, mesmo quando...
- Como a atividade física previne o câncer?
- Balcão da cozinha e obesidade – existe alguma relação?
- O que é microbiota?
- Exercício ou dieta? Qual o melhor para emagrecer?
- “Tratamento” medicamentoso para perda de peso.
- Futura mamãe, quer ter mais saúde durante a gravidez? Exercite-se!
- Videogames ativos e saúde infanto-juvenil
- Transtornos Alimentares - o que são e o que fazer?
- Perda rápida de peso nos esportes de combate
- 5 mitos sobre emagrecimento para esquecer de uma vez por todas
- Transtornos alimentares: O que o profissional de Educação Física tem a ver com isso?
- Perda de peso corporal e metabolismo: sobre o estudo do "the biggest loser"
- Por que eu não devo fazer compras no mercado com fome?
- Por que a perda rápida de peso deve ser banida dos esportes de luta?
- Exercício e depressão
- Como emagrecer e ganhar massa muscular ao mesmo tempo?
- Por que envelhecemos? Como podemos combater o envelhecimento?
- Tudo que eu gosto é ilegal, é imoral ou engorda!!!!!!!!!!!!
- Placebo “injetável” melhora o desempenho esportivo.
- Termogênicos para emagrecer?
- Exercício físico (aeróbio): um forte aliado luta contra o câncer.
- Água alcalina faz bem para a saúde?
- Fisicamente Ativo vs Sedentário
- Misturar bebida alcoólica faz mal?
- Hipoglicemia durante o exercício - isso é possível?
- Por que sentimos câimbras?
- Glutamina melhora o sistema imune?
- Água emagrece? Sim, não ou talvez?
- Estou seguro! Estou tomando esteroides com acompanhamento de um especialista!
- Mudando paradigmas no “tratamento” da obesidade.
- 9 motivos para não usar esteroides anabolizantes
- Efeitos adversos dos suplementos nutricionais
- Perda de peso no MMA: estamos esperando uma tragédia?
- Gordura corporal: diga-me onde estás que te direi quem és..
- Não, géis "emagrecedores" não derretem a gordura, tampouco ela "sai no xixi"!
- O que Darwin diria sobre a obesidade.
- Leite: qual a real causa da intolerância?
- Suplementos como proteínas e creatina prejudicam a função renal?
- Creatina pode causar câncer?
- Fez lipoaspiração? Tem que treinar!
- Drenagem linfática emagrece?
- Pós-Graduação em Nutrição Esportiva - INSCRIÇÕES ABERTAS!
- Parada técnica para hidratação no futebol: necessidade fisiológica ou cuidado em excesso?
- A mais nova droga “anti-obesidade” e os mesmos velhos dilemas...
- Fugindo do sedentarismo no ambiente de trabalho
- Comer antes de dormir, crime por assalto à geladeira ou estratégia nutricional consciente?
- Os (muitos) problemas do IMC!
- Perder peso ou emagrecer?
- As hipóteses, os fatos e as “picuinhas metabólicas” na Nutrição Esportiva...
- O exercício e a vitamina D previnem queda em idosos?
- Tempo ativo ou tempo sedentário: o que é mais importante para a saúde?
- “Exercício é remédio” para a osteoartrite!!
- Estudo sugere que o uso de suplementos anabólicos pode causar câncer.
- Sobre a busca do corpo perfeito...
- Então a alimentação (e não o exercício) é a chave para combater a obesidade? Calma, muito cuidado nessa hora!
- Feliz Páscoa!!
- Ingestão de bebidas alcóolicas inibe o emagrecimento?
- Exercício em jejum “revisitado”– associar treinos em jejum à dieta hipocalórica emagrece mais?
- Ciência inForma comenta o caso Anderson Silva
- Exercício na obesidade: pensando “fora da caixa” (Parte 2)
- Projeto: "Saúde e Bem-Estar na Obesidade"
- Suplementos esportivos fazem mal à saúde?
- Lançamento do Livro: "A Dieta Ideal"
- Procedimentos estéticos como drenagem linfática, criolipólise e carboxiterapia emagrecem?
- Exercício na obesidade: pensando “fora da caixa” (Parte 1)
- Boas Festas e Férias!!!
- O placebo na nutrição esportiva
- Ciência Informa Responde: Para onde vai a gordura?
- Lipoaspiração e seus efeitos adversos...
- Ciência Informa Responde: perda de peso em Spas
- Obesidade metabolicamente saudável – isso existe? – Parte 2
- Obesidade metabolicamente saudável – isso existe?
- Curso USP: Suplementação Esportiva
- Quer emagrecer? Desligue a TV!
- Perder Peso ou Emagrecer?
- Sejam Bem Vindos!!!



Busca

Receba Atualizações

Envia sua sugestão de temas


Nossos Colaboradores

Prof. Bruno Gualano, PhD
Prof. Associado da Universidade de São Paulo

Profa. Desire Coelho, PhD
Nutricionista Clínica e Esportiva

Profa. Fabiana Benatti, PhD
Pós-Doutora na Universidade de São Paulo (USP)

Prof. Guilherme Artioli, PhD
Prof. Dr. da Universidade de São Paulo

Prof. Hamilton Roschel, PhD
Prof. Dr. da Universidade de São Paulo